Follow by Email

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Os Perigos da Internet para crianças e adolescentes !


A Internet pode ser uma grande fonte de aprendizagem, entretenimento e socialização para nossas crianças e adolescentes. É necessário, porém, que eles sejam instruídos sobre os riscos envolvendo o uso desta tecnologia. Pensando aos males da Internet e para ajudar os Pais algumas dicas para seguranças de todos:


-Ensine-os a não baixar programas, músicas ou arquivos sem a sua permissão;
-Ter um comportamento responsável e ético online. Eles não devem usar a internet para espalhar fofocas, fazer intimidações ou ameaças;
-Deixe claro que devem sempre consultar você antes de realizar qualquer transação financeira online;
-Coloque-se sempre a disposição para que peçam ajuda quando se sentirem ameaçados ou receberem conteúdos impróprios;
-Hoje os pais precisam alertar os filhos para não divulgarem dados pessoais na Internet;
-Programas de filtro de conteúdo podem ajudar, mas o diálogo aberto sobre como, quando e com quem usar a Internet continua sendo responsabilidades dos pais. (Em casa os programas podem funcionar, mas em Lan house? Casa dos colegas?)
-Ensine que não podemos acreditar em tudo, nem em todos. Como em todos os lugares, há pessoas mal intencionadas e mentirosas.

 Proibir não Educa!
Ainda acredito que prevalece o diálogo e a orientação sempre!
Boa Sorte!
Postado por Waleska Aleixo


quarta-feira, 14 de setembro de 2011

O PEDIDO DE UMA CRIANÇA A SEUS PAIS !

O PEDIDO DE UMA CRIANÇA A SEUS PAIS !


Não tenham medo de serem firmes comigo.
Prefiro assim
Isto faz com que eu me sinta mais seguro.

Não deixem que eu adquira maus hábitos
Dependo de vocês para saber o que é certo ou errado.

Falem e usem comigo com educação e aprenderei como devo fazer dentro e fora de casa.
Leiam, cantem e sorriam pra mim e aprenderei a ser feliz.

Fiquem atentos ao meu estudo e não façam minhas tarefas, assim ficarei preguiçoso e nada produzirei.

Não me corrijam com raiva, nem na presença de estranhos
Aprenderei muito mais se me falarem com calma e em particular.

Sempre me falem a verdade e sejam honestos em seus sentimentos, assim aprenderei a ser uma boa pessoa quando crescer
Não me protejam das consequências de meus erros
Às vezes eu preciso aprender pelo caminho áspero.

Não levem muito a sério as minhas pequenas dores.
Necessito delas para poder amadurecer.

Não me estraguem. Sei que não devo ter tudo o que peço.
Só estou experimentando vocês
Me satisfaço com coisas simples.

Não precisa gritar comigo para que eu ouça vocês. O grito separa os nossos corações.

Não sejam irritantes ao me corrigirem.Se assim o fizerem, eu poderei fazer o contrário do que me pedem.

Não me façam promessas que não poderão cumprir depois
Lembrem-se que isto me deixa profundamente desapontado.

Não ponham á prova a minha honestidade
Sou facilmente levado a dizer mentiras.

Não desconversem quando faço perguntas, senão serei levado a procurar respostas na rua todas às vezes que não as tiverem em casa.

Não se mostrem para mim como pessoas infalíveis
Ficarei extremamente chocado quando descobrir um erro em vocês.

Não digam simplesmente que meus receios e medos são bobos ou não existem
Ajudem-me a compreendê-los a vencê-los.

Não digam que não conseguem me controlar
Eu me julgarei mais forte que vocês.

Não me tratem como uma pessoa sem personalidade
Lembrem-se que eu tenho meu próprio modo de ser e pensar.

Não vivam me apontando os defeitos das pessoas que me cercam
Isso irá criar em mim, mais cedo ou mais tarde, o espírito de intolerância.

Não se esqueçam que eu gosto de experimentar as coisas por mim mesmo. Não queiram ensinar tudo para mim.

Não tenham vergonha de dizer que me amam. Eu necessito desse carinho e amor para poder transmiti-lo a vocês e aos outros.

Não desistam nunca de me ensinarem o bem, mesmo quando eu parecer não estar aprendendo. Insistam através do exemplo e, no futuro, vocês verão em mim, o fruto daquilo que plantaram.

Não existe fórmula para criação de um filho, mas pense!
Duas doses de amor e uma educação é um bom começo.
O EXEMPLO não é a melhor forma de educar seu filho, ele é único!
(Autor Desconhecido)

                                       Uma boa reflexão para nós pais.
                    Não deixem de fazer hoje, pois o amanhã poderá ser tarde demais.
                    Postado por Waleska Aleixo

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Mãe Tigre ou Mão coruja?

                                         Mãe Tigre ou Mão Coruja?


Nos Estados Unidos foi lançado um livro polêmico. É a história de uma professora de direito, filha de imigrantes chineses, que narra sua trajetória como mãe. Até aí, nada de assustador. Entretanto, alguns relatos impressionam. Se a filha errasse, era chamada de “lixo”. Se as lições de piano não fossem perfeitamente executadas, a mãe ameaçava dizendo que queimaria todos os bichos de pelúcia. Atividade extra? Só se as filhas prometessem tirar medalha de ouro. Caso contrário, nem pensar! Em matemática, eram obrigadas a estar dois anos na frente de seus colegas. Além disso, uma série de proibições. Disciplina excessiva! Essa mãe, autora do livro “Battle Hymm of the Tiger Mother” (Hino de Batalha da Mãe Tigre) critica a maneira ocidental de criar filhos dizendo que somos muito permissivos e não exploramos o potencial deles.

Mas afinal o que é certo ou errado na criação dos filhos?
Fui presenteada por participar de uma palestra com o piscólogo e professor de Matemática Marcos Méier, e foi discutido os três perfis mais problemáticos:
Perfil autoritário – atrapalha o desenvolvimento da autoestima e da personalidade das crianças. O maior índice de suicídio entre crianças e adolescentes está aqui.

Perfil superprotetor – não desenvolve a autonomia das crianças fazendo-as frágeis emocionalmente e dependentes de alguém que oriente e diga o que fazer em cada situação. Quando adultos, têm dificuldades em aceitar novos projetos e medo de tomar iniciativa.

Perfil negligente (a maioria dos pais ocidentais) – é o pior perfil de educador. Seus filhos não desenvolvem autonomia, têm baixa autoestima e não resistem às frustrações da vida.
Os três perfis trazem problemas para o desenvolvimento da  personalidade das crianças.Mas então, o que fazer?
O melhor é assumir o perfil “participativo” no qual os pais equilibram muito bem as exigências e as obrigações com o estar junto, brincar, ouvir, conversar, incentivar e, principalmente, construir um bom vínculo com os filhos. Pais participativos têm filhos felizes e realizados como seres humanos. Se a “mãe tigre” tem perfil autoritário, erra. Se a “mãe coruja”, que tem a tendência de superproteger aceitando como “lindo” qualquer resultado de seus filhos, também erra. O ideal é o equilíbrio: ser participativo. É científico, real, de muito bom senso e ideal para crianças emocionalmente saudáveis!
Obrigada ao grande mestre Marcos Méier.
Postado por Waleska Aleixo

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Primavera Chegando...


Cuca Verde
Quem é que nunca fez o Boneco Cuca Verde?
Eu já fiz milhões de vezes e falo que o resultado foi maravilhoso, as crianças amaram.
Vamos fazer com nossos pequenos para comemorar a chegada da Primavera!
Nossos pequenos vão amar.
Veja como é fácil.
Você vai precisar:
1 meia calça(3/4) usada
Um punhado de serragem ou terra
Um pouquinho de alpiste
1 elástico borracha
1 par de olhinhos desenhados no papel ou plástico(use sua imaginação para personalizar o boneco)
Cola e tesoura
Como fazer:
1)    Coloque um punhado de alpiste no fundo da meia.
2)    Acrescente serragem ou terra até dar formato de rosto de boneco.
3)    Dê um nó e corte o que sobrar da meia.
4)    Para o nariz, puxe um pouco da meia com serragem e amarre com o elástico de borracha.
5)    Cole os olhos do boneco.Vá a uma torneira e molhe totalmente o boneco, até que ele esteja encharcado.
6)    Molhe uma vez por dia, somente na região da cabeça.
Pronto! Agora é só aguardar o cabelo do boneco crescer!
Waleska Aleixo

Divirtam-se!

Padrinhos e Madrinhas...

Padrinhos e Madrinhas...

Não há honra maior que ser madrinha e padrinho de batizado.
Quanto mais presente na vida da criança os padrinhos forem, melhor para todos, a criança contará com duas pessoas a mais para se apoiar.
Por isso não se ausente, participe da vida do seu afilhado, não ache que só comprar presentes lhe fará o melhor padrinho ou madrinha do mundo. O mais importante literalmente é a sua presença afetiva, um carinho, um passeio, uma surpresa na saída do Colégio, um ligação no meio da semana,  entre outras surpresas que possamos fazer.
Para aqueles padrinhos ausentes não se desespere, nunca é tarde, procure seu afilhado e faça valer à pena a escolha dos pais!
Meu agradecimento aos meus queridos e amados irmãos Andressa e Bruno que são os "Dindos" do meu filho, a escolha foi perfeita, obrigada por tudo, valeu!
Waleska Aleixo
Dindos Queridos!
Torcer pelo mesmo time, não tem preço!

Madrinha, perfeita!

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Lição de Casa...

LIÇÃO DE CASA...

A melhor forma de evitar o desespero é a prevenção, Como assim? Pois é, prevenir, e isso começa na sala de aula, onde o aluno deve tirar todas as suas dúvidas.
A lição de casa é uma ferramenta fundamental para assimilação do que foi ensinado pelo professor.
O segredo da ajuda dos pais é não oferecer respostas prontas. Um exemplo: quando a criança não sabe a grafia de uma palavra, os pais podem orientá-lo a buscar no dicionário, mas nunca dizer imediatamente o que ela significa.
Vale lembrar também a importância da rotina para que a criança se organize, como a crianças não tem autonomia para organizar o seu dia e compromissos, lidar com horários, distribuir o tempo para brincar e fazer a lição, ela precisa da ajuda dos pais nesse processo, os pais podem organizar um horário com a criança e ter controle sobre o seu cumprimento. 




Boa sorte !
Postado por Waleska Aleixo

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Palavras Mágicas

As palavrinhas mágicas...

Venho presenciando ao longo dos anos na minha profissão o esquecimento das palavrinhas mágicas pelos nossos pequenos: com licença, por favor, obrigada, entre outras...
Os educadores estão ficando cada vez mais com a maior fatia do “bolo”, além de instruir nossas crianças temos que educá-las também?
Não concordo, acho que a educação tem que vir sim de casa, as boas maneiras, os bons costumes são a base para uma criança educada.
Nós adultos somos o exemplo, por isso não deixem de esquecer as “palavrinhas mágicas”, principalmente ao lado de seu filho.
Chegar a uma festa de aniversário e ver seu filho cumprimentar as pessoas sem você pedir, não tem preço!
Estar em um restaurante e ver seu filho se comportando e pedindo aos garçons com as “palavrinhas”, também não tem preço!
Vale lembrar também que a cumplicidade dos pais é fundamental na educação dos pequenos ,principalmente quando os dois falam a mesma língua!
Vamos colocar em prática!
Crianças educadas, crianças felizes!
Postado por Waleska Aleixo

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Torcedores Mirins ! Dos meus leitores...

Obrigado aos meus leitores...aí vai mais uma experiência de um pai looooookooooo por futebol !Valeu Marcio Pek

Olá Wal.
 já tive o prazer de levar meu filho Gui em alguns jogos do Corinthians, ou melhor, do Todo Poderoso, fomos em aproximadamente 7 ou 8 jogos, e foi muito legal, detalhe ele tem apenas 6 anos.Faz algum tempo que não o levo ao campo , porém ele me cobra bastante para leva-lo, ele adora(como você sabe). Acho super importante também na educação da criança, pois ela aprende a lidar com a vitória, com a derrota, com as adversidades da vida, com o envolvimento social, já que existem pessoas de todas as classes sociais, ricos, pobres, brancos, negros, homens, mulheres, crianças, idosos, enfim todos os tipos de pessoas que se possa imaginar. A criança pode observar que todos gritam, torcem, e "lutam" por um único ideal, que é a vitória do seu time de coração, o mais legal é poder abraçar fraternalmente depois de um gol, o sujeito que se encontra ao seu lado na arquibancada sem preconceito ou racismo algum. Isso é o que eu aprendi com meu querido pai que desde cedo me levava aos estádios de futebol, e hoje em dia tento mostrar  para meu filho, que nós seres humanos somos todos iguais, todos que ali se encontram lutam por um único objetivo, independente da raça, credo, sexo ou classe social todos se unem, e na minha opnião as crianças tendo essa percepção, perceberão o quanto é  importante a união, das pessoas, aquela mesma união que juntos empurramos o time até marcar  um gol, nem sempre o time sai vitorioso, mas não desistimos de apoiar, é isso que com a ajuda das arquibancadas levo comigo na minha vida e tento expor ao meu filho , nunca desista, lute, vá até o fim , siga em frente, nem sempre você sairá vencedor , mas com honra lutou até o fim. Pois bem , isso foi o que pude passar ao meu filhão, e que logo vou passar para o Cainho ( 2 anos e alguns meses). Espero ter podido mostrar um pouco da minha experiência para os leitores, e pais que acompanham o seu Blog, que por sinal está muito legal. Parabéns pela iniciativa, e pelos posts, que são muito bons. E que Deus abencões nossas "criaturinhas".Márcio Pek
Márcio, obrigada por fazer parte da minha vida, meu cunhado amado e querido! Sua experiência foi fantástica, amei. Bjos no seu coração!

Organize o Dia Do Filho...

ORGANIZE O DIA DO FILHO

Brincando com seu filho você o conhece cada vez mais, pode ter certeza.
Tenho observado no modo geral, pais distantes e ausentes e o resultado são filhos órfãos de pais vivos, pesado né, também acho, mas não dá para ficar vendo tudo isso acontecer a minha volta e não gritar para que todos os pais me ouçam:
Dedique pelo menos 15 minutos do seu dia com seu filho, se puder uma, duas ou três horas melhor ainda, saia com seu filho, brinque, jogue bola, cante, grite, corra e brinque de verdade, seja criança novamente, não importa a idade do seu filho, vocês não imaginam a importância que isso tem na vida de uma criança.
Algumas dicas de brincadeiras que podem ser feitas em casa!

Pesca de bala: Essa brincadeira ajuda a criança a aprender a levar as coisas na esportiva
Você vai precisar: 1 bacia, farinha, balas e pedrinhas
Embrulhe as pedrinhas com papel de bala e coloque-as dentro da bacia, misturadas às balas de verdade. Cubra tudo com a farinha. Tudo pronto para começar a “pescar” as balas com a boca? Quem achar mais balas de verdade é o vencedor. Boa sorte.
(Combinado não sai caro: limpar a sujeira fica por conta de todos que participarem da brincadeira)
Massa de modelar: Brincar com essa massinha é um ótimo exercício para a coordenação motora, imaginação e muito mais.
Ingredientes: 4 xícaras de farinha de trigo, 1 xícara de sal, 1 xícara e meia de sal e 1 colher se sopa de óleo.Misture tudo muito bem, amassando com as mãos.Para colorir, use corante comestível.Está prontinha uma massa de modelar divertida e caseira.
      
Façam isso, vai ser inesquecível.
Contem-me, me mandem fotos, vou adorar!



quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Colhemos o que plantamos...


Perfeito esse vídeo...somos o exemplo sempre para os nossos filhos!

1º, 2º ou 3º lugar ?

Ganhar ou Perder ? 
 O esporte vem ocupando um espaço cada vez maior na vida das nossas crianças. A influência dos esportes divulgados com grande frequência pelos meios de comunicação, pela escola, a identificação com ídolos, a pressão dos pais e dos amigos e a esperança de obter sucesso e status fazem com que um número crescente de crianças inicie sua prática cada vez mais cedo. Treinar, competir, vencer, prêmios, são palavras comuns no cotidiano dos jovens que praticam esporte como grande possibilidade de sucesso.
O esporte é para divertir nossos pequenos e não para deixá-los sofrer.
Lidar com perdas é essencial para o crescimento das nossas crianças.
Temos que ensiná-los a “saber” perder e principalmente a vencer. Esse processo pode iniciar em casa, quando os pais aprendem a dizer não aos filhos e enfrentar as frustrações é uma oportunidade de encontrar outros recursos, sem limites a criança não aprende a tolerar as perdas.
No final... o podium é uma alegria para todos nós!


Torcedores Mirins !

Vale a pena levar seu filho ao estádio?
Já vivi essa experiência e posso dizer que foi incrível, foi um momento único, onde pude ver meu filho torcer e vibrar pelo seu time, não tem preço, melhor ainda é se o time do seu filho ganhar a partida, a volta para casa é inesquecível.
Façam essa experiência e depois me falem, ok.
Evite clássicos e finais de campeonatos, escolha um jogo mais tranquilo.
Viva os torcedores mirins, aprendo muito com eles todos os dias, hoje posso dizer que entendo e gosto de futebol, já sei até identificar impedimentos...rsrsrsrs
Bom Jogo!
Esse São Paulino é meu filho Enzo (10 anos), lembrando que a mãe "euzinha" sou Palmeirense...mas nem tudo na vida é como queremos, o importante é torcer sempre ao lado dessas criaturas divertidíssimas, que nos ensinam a cada partida!Valeu filhão!

Vovôs e Vovós...

Vovôs e Vovós
Hoje a grande preocupação para muitos avós é como participar da vida dos netos sem deseducá-los ou tirar a autoridade dos pais.
Há séculos que ouvimos que os avós “estragam” nossos filhos, pois eu vou contra essa afirmação.
Com a mulher muito presente no mercado de trabalho, sobra para os avós a criação dos netos, então a responsabilidade da educação é toda deles. Os avós são um elemento a mais para ajudar na educação, são conselheiros, são o apoio dos filhos e dos netos; e muitas vezes colocam a criança nos caminhos certos por ter mais experiência de vida.
Essa postagem faço em homenagem a minha querida mãe, que é uma avó incrível, só tenho que agradecer o carinho e a dedicação que sempre teve com todos os seus netos!


A todos os avós um beijo no coração!

A primeira balada do meu filho !

Meu filho está crescendo...

Onde está aquela criança que brincava com carrinhos, que gostava de ouvir histórias e de ficar em casa? Hoje aquele menininho ingênuo, está se tornando um mocinho, um pré-adolescente, e esta fase é tão complicada para ele quanto para a família, para a escola e para todos que convivem com essa transformação natural, que acontece entre a faixa etária que vai desde o décimo ano de vida, onde ocorrem intensas mudanças físicas e psicológicas. Cabe nos pais orientar os filhos e colocar em seus corações desde cedo a sementinha do respeito ao próximo, antes que o mundo encha seus corações de mentiras...
Meu filho está crescendo deixando de ser criança e entrando na pré-adolescência e logo logo se tornará um adulto.
Sábado será sua primeira balada uma matinê, está sendo com o diálogo e mostrando que ele sempre terá um porto seguro em casa, devemos compreender que se trata de uma fase do desenvolvimento necessária e inevitável, todos nós vamos passar por isso um dia!
Filho, amor da minha vida...boa balada!
Detalhe muito importante nessa 1ª balada: levar e buscar seu filho é fundamental, não esqueça.

A Importância da Amizade na Infância

 Como é bom ter amigos
Enzo (10 anos), Guilherme (7 anos) e Caio (2 anos), primos de primeiro grau e eternos amigos!


 Os amigos desempenham um papel fundamental no desenvolvimento social dos pequeninos . Através da brincadeira, o seu filho aprende a ganhar e a perder, descobre a diferença entre o certo e o errado e passa  compreender o ponto de vista dos outros. A relação com  o meio não pode estar limitada aos pais ou á família mais próxima ; é preciso deixar a criança conviver com os seus colegas , bem como com crianças mais novas e mais velhas. Esta interação com as diferentes faixas etárias é fundamental ao processo de diferenciação.
Viva a amizade dos pequeninos...

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Adaptação Escolar...

O processo de adaptação, foi por muitas vezes encarado pelos profissionais como sendo um período de tempo e espaço determinado pela própria escola e tinha como objetivo fazer as crianças pararem de chorar.
Falamos em adaptação quando enfrentamos uma situação nova, quando entramos em contato com algo já conhecido, mas por algum tempo distante do nosso convívio diário.
A adaptação é um processo contínuo de mudança, crescimento, desenvolvimento e amadurecimento. Marcado por encontros e desencontros é o momento em que a criança e seus pais passam a criar novas relações afetivas com um novo grupo que se encontra na sociedade: o início da vida escolar da criança. Acontece, a partir de então novos relacionamentos e favorece que a criança construa um mundo social mais amplo.
Criança sem adaptação faz a diferença...pais seguros, filhos felizes.
Esse anjo está em adaptação aqui no Colégio, seu nome é Rafael, esse dia(26/08) ele entrou na escola chorando muito, foi sua mãe Renata sair e olha como ele ficou até a hora de ir embora...Essas criaturas...



Palavras e Expressões...

Você pensa..você escreve...
O aluno não sabe... O aluno não adquiriu os conceitos, está em fase de aprendizado
É nervoso...Ainda não desenvolveu habilidades para o convívio no ambiente escolar
É agressivo...Demonstra agressividade em situações de conflito, usa meios físicos para alcançar o que deseja
É desobediente...Costuma não aceitar e compreender as solicitações dos adultos, tem dificuldades em cumprir regras
É tagarela...Costuma falar mais que o necessário, não respeitando os momentos em que o grupo necessita de silêncio
É mimado...Aparenta desejar atenções diferenciadas para si, solicitando que sejam feitas todas as suas vontades
Tantas maneiras de expressar o que sentimos, nada mais justo colocarmos carinhos em nossas palavras..Os pais agradecem!!!